top of page

Afinal, o que é Ser Holístico?

Atualizado: 3 de jul. de 2019


O conceito de holismo afirma que pessoas e coisas são regidas por três princípios, são eles: 1) Tudo é um todo; 2) Tudo muda; 3) Tudo está relacionado a tudo.


Todo todo é um tudo e tudo que é um todo, é um.


Holismo (de Holos=todo) é o termo usado aqui para expressar este fundamental fator operativo na direção da criação de Todos no universo... Todos não são meras construções artificiais do pensamento; eles indicam algo real no universo e Holismo é um real fator operativo, uma vera causa.


Holismo é uma específica tendência com uma característica definitiva e criativa de todos os caracteres no universo, e assim gerados de resultados e de elucidações no que diz respeito ao inteiro processo de desenvolvimento cósmico.


*Estes fenômenos podem ser interpretados no sentido de que, enquanto um processo ocorre em uma parte, o resto do organismo não pode tornar-se ativo de um modo oposto ao que acontece no todo.


Quando dizemos Universo, não estamos olhando para algo fora de nós. Nós somos o Universo, sua parte consciente. Somos, neste exato momento, o Universo em evolução. Os elementos que o compõem são os mesmos elementos de que somos compostos e, quando esses elementos sofrem alguma alteração, é todo o Universo, humano e não-humano, que padece.


O efeito estufa, por exemplo, não está afetando somente a Terra-coisa, mas, sobretudo, o Universo-pessoa, pois, por sermos a parte mais evoluída do e no Universo, somos, também e talvez, os mais frágeis. O efeito estufa não afeta somente a Terra, afeta toda a natureza, todo o Universo, daí a fragilidade de qualquer posição que queiramos assumir contrária ao movimento do Cosmo.


Essa é a metafísica do ser diferente que paradoxalmente, quando vivida, permite-nos uma sensação de profunda humildade cósmica que, em sendo um, somos tantos, todos iguais.

 

Analisemos três princípios:


1. TUDO É UM TODO


Um todo quebrado na natureza orgânica se restaura por si mesmo ou é restaurado pelas partes danificadas. As células das partes remanescentes se comprometem com a tarefa de restaurar as partes danificadas.


2. TUDO MUDA


O mundo não-humano e o mundo humano acontecem em ciclos, fenômenos que se sucedem em uma ordem determinada, em movimentos cíclicos, e que se repetem, que se renovam, constituindo um modelo de mudança e de permanência.


3. TUDO ESTÁ RELACIONADO A TUDO


Somos seres de relação. Nenhum gesto, nenhuma ação é, por si só isolada. Tudo repercute no universo. Todo ser, quando em relação, e estamos sempre em relação, querendo ou não, afeta o outro ser. Vivemos em multidão de partes em contato co tantas outras multidões. Estamos em contato, das maneiras mais diversas, com os minerais, com os vegetais, com os animais, com os oceanos, com as estrelas, com o vento, com a luz, com o calor, com o frio, porque tudo é vivo, porque tudo está em movimento. Estar em contato é estar em movimento, é transformação, é acontecimento em que todos se modificam.


*Perdemos a consciência de que tudo afeta tudo. Nosso imediatismo, nosso egoísmo e nosso egotismo nos impedem de exercer uma cumplicidade consciente pessoa-Universo para viver um sintomático: "salve-se quem puder". Esquecemos de que nenhuma salvação solitária tem ganhos reais, porque a realidade é estruturalmente NÓS. Na verdade, nenhum de nós é mais sábio, melhor ou mais competente do que "todos nós".


Jorge Ponciano Ribeiro

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page